Nalucinha ♡

veja bem… não foi quando eu nasci que ela se tornou mãe. ela já era mãe de outros quatro e se deixasse ela seria mãe de mais uns 10. porque é assim, o coração dela e do meu pai, mesmo já tendo cinco eles acham que sempre tem espaço pra mais filhos.

ela conta que eu não fui plano dela, mas de Deus. que Ele me trouxe pra ela. simples assim. e Ele me fez igualzinha a ela – a aparência, a personalidade, os sonhos… tudinho! e muito do que eu sou hoje, devo a ela.

eu não me lembro de não vê-la trabalhando, lutando sempre pra nos dar o melhor, pra que a gente um dia realizasse todos os sonhos que Deus fez nascer no coração dela pra nós. ela, junto do meu pai, sempre pegou no nosso pé pra sermos educados, estudiosos, ensinou sobre Deus e nos fez sermos amigos dEle.

ela me ensinou tudo sobre limpar a casa, sobre arrumar a louça, sobre cozinhar… me deixava ficar no pé dela observando e falando sem parar enquanto ela fazia todas as coisas, e assim ela sempre me ensinava, mesmo sem perceber.

ela é uma avó maravilhosa! ensina coisas erradas pros netos, sofre quando eles ficam doentes, mima demaaaaaais. e eu só consigo imaginar como quero que ela faça o mesmo pelos meus filhos!

quando eu saí de casa, ela e o meu pai foram quem mais me encorajaram. eles é quem apostaram tudo em mim. e apesar dela nunca lembrar qual o curso que eu faço (TERAPIA OCUPACIONAL, MÃAAAAE), e sempre explicar tudo errado pra quê eu tô fazendo isso, eu sei que ela se orgulha de mim. e essa é a minha maior alegria!

hoje, a 300km de distância, eu sinto falta da comida dela, do beijo e do abraço de quando ela chega a tarde do trabalho, do assovio que ela dá sempre que tá abrindo o portão e da pergunta de sempre: “tem café?”. eu sinto falta de observar ela cozinhando as coisas mais gostosas do mundo e de comer até ficar empanturrada. sinto falta das coisas doidas que ela diz e que sempre me fazem rir até chorar. mas mesmo de longe, ela continua me cuidando. me dá bronca quando fico doente, me aconselha sobre meus relacionamentos, me ensina as mais diversas receitas de coisas aleatórias que ela acha no Facebook… e me ajuda a me tornar uma mulher parecida com ela a cada dia!

ela é a melhor mãe que eu poderia ter! é a melhor mulher em quem eu poderia me inspirar! é a avó mais maluca que eu conheço! é a minha mãe!

feliz seu dia, Nalucinha! eu amo você! ♡

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s